8 de Março

Respeitando a diversidade de opiniões acredito ser sempre positivo refletir sobre conquistas da sociedade em direção à igualdade, liberdade e fraternidade, ideais que na França do século XVIII pareciam revolucionários, que hoje parecem óbvios, mas que estamos longe, bem longe, de praticar como sociedade.

Nesta caminhada em direção aos valores humanitários temos muito o que celebrar sobre conquistas relacionadas à Mulher. Eu gostaria que vivêssemos em um mundo onde todos fossemos vistos como seres humanos e que isso bastasse para o afeto e o respeito, mas ainda é uma utopia. Violência doméstica, feminicídio e violência obstétrica são apenas alguns poucos exemplos.

A Mulher já foi a Casa de todos nós. Nossa deusa criadora, nosso porto seguro. Só a mulher sabe o que é levar uma vida dentro. Existe algo mais importante na vida do que a vida em si mesma?

Ao longo dos 15 anos que trabalho por uma sociedade mais pacífica, justa e feliz, não tenho dúvidas de que este processo passa por reconhecer e valorizar a Mulher. A sensibilidade, força, determinação, entrega e amor que o machismo e o patriarcado provam desconhecer, com homens brincando de competir, abusando de um poder destrutivo; crianças tiranas em corpos adultos agindo com seus egos feridos, governando para si mesmos, para seus próprios prazeres, regozijos, vazios existenciais.

Está claro que devemos falar da Mulher e devemos falar de gênero. Está claro que algo(s) não está bem na nossa sociedade e precisamos encontrar soluções.

Trabalho escutando pessoas. Já escutei de tudo sobre o dia de hoje. Que deve ser celebrado, que não deve, que existe uma maneira certa de celebrá-lo, que é indiferente.

. . .

Atitude

Celebremos todas as conquistas; hoje, amanhã e todos os dias com atitude, porque como está não pode continuar, e a mudança depende da atitude.

A luta diária não impede um dia no calendário para reflexão de onde estamos, do que conquistamos e do muito que ainda falta por construir. Um dia no calendário nos ajuda a criar Cultura, a cultura do respeito, da igualdade, do afeto. A cultura depende da educação, do empenho, de paciência. Tempo.

Em uma sociedade que esqueceu de pensar sobre si mesma com humanos substituídos por máquinas e máquinas substituídas por humanos-máquinas, automatizados, sem tempo, é válida a reinvidicação à reflexão sobre si mesmo como indivíduo e nós como coletivo.

Não cabe a mim dizer como o dia de hoje deve ser celebrado, pensado ou refletido. Só queria dizer a você, mulher que faz diferença na minha vida, que sou grato pela sua presença, que o mundo precisa de você e que estamos juntos nesta luta, chorando todos os dias as tragédias, celebrando todos os dias as conquistas.

A você, Mulher,

muito obrigado.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimos Artigos

Espero que desfrutem da leitura : )

Bem-estar e Resiliência de Crianças em meio à Pandemia do Covid-19

Bem-estar e Resiliência de Crianças em meio à Pandemia do Covid-19

Na China, estipula-se que o confinamento em casa de 220 milhões de crianças e adolescentes provocará impactos psicológicos pela vivência de estressores como medo de infecção, falta de contato pessoal com colegas, amigos e professores, falta de espaço pessoal em casa e a perda financeira da família. Estima-se, assim, que os impactos psicológicos terão um efeito direto na saúde e bem-estar infantil.

ler mais

O sentimento na aprendizagem

Aprender é um ato natural. Estamos aprendendo o tempo todo, todo o tempo, sempre que um dos nossos sentidos é estimulado. Quando nascemos aprendemos principalmente dos estímulos externos: do que vemos, ouvimos, tocamos... Com o tempo, nosso próprio pensamento nos gera...

ler mais

Você julga o seu passado?

Primeiro, a mente humana não está feita para julgar um semelhante, muito menos a si mesma. Com as experiências nós construímos a percepção e avaliamos as consequências externas e internas de nossas atitudes e escolhas, para assim continuarmos crescendo e tendo uma...

ler mais